Por escrever

 

Um espaço para umas poucas letras, uns poucos bytes, que me comprometi escrever. Um tanto como exercício, outro tanto como reflexão e (porque não?) fazendo vezes de memória e sentimento. Trivial como prosa, elaborado e formal como discurso e, no fim, livre e estético como poesia. Despretensioso e pretensioso vão aqui juntos em busca de uma síntese que quiçá nunca seja encontrada.

Anúncios